Óleos capilares – o quê, quando, como?

Óleos capilares naturais – já certamente ouviu falar deles e sabe que não só são populares como também são incrivelmente eficazes. É verdade. Nada irá nutrir e condicionar o cabelo da mesma maneira que os óleos obtidos das plantas e nozes.

olejki-do-wlosowO tratamento capilar é feito utilizando óleos naturais. É um tratamento de beleza muito simples. Tudo o que tem a fazer é aplicar o óleo da sua escolha no couro cabeludo e deixar atuar durante algum tempo e finalmente removê-lo com um champô delicado. Além disso, pode aplicá-lo no cabelo e deixar atuar, sem enxaguar. No entanto, lembre-se de que, neste caso, deve evitar aplicá-lo no couro cabeludo.

O mais intrigante, no que toca a todas as iniciantes nesta matéria do tratamento capilar com óleo, é escolher o óleo, o modo de aplicação e a frequência de aplicação adequados. Qual o óleo mais indicado para mim? Como utilizar? Com que frequência? Há problema em combinar diferentes métodos de aplicação de óleos? Talvez o melhor seria escolher apenas um modo de aplicação? Gostaríamos de ajudá-la.

Ao iniciarmos esta aventura dos tratamentos capilares com óleos, devemos aprender que o melhor métodos é aquele que permite que o óleo seja absorvido não só pelo cabelo mas também pelo couro cabeludo e pelos bulbos. Este tipo de tratamento é realizado utilizando óleos naturais de produtos cosméticos especialmente concebidos para essa função. Nem todos os cosméticos ricos em óleos naturais são adequados para este ritual. Os produtos que contêm parabenos, silicones, álcoois monohídricos (os chamados “álcoois maus”) – mesmo que tenham grandes quantidades de óleos naturais – eles não são adequados para serem aplicados no couro cabeludo. Para um tratamento de algumas horas, incluindo uma massagem no couro cabeludo, o melhor será escolher óleos naturais 100 % puros. Também pode escolher cosméticos que dizem clara e explicitamente que o produto é indicado para ser aplicado no couro cabeludo (está normalmente descrito nas instruções de utilização no folheto ou na embalagem). O melhor será realizar o tratamento 1 a 2 vezes por semana.

Vale a pena melhorar o tratamento profundo de várias horas utilizando óleos naturais. Para fazê-lo, deve “alimentar” o seu cabelo com uma porção diária de óleo. Os óleos naturais não funcionam apenas como condicionador para regeneração. Quando aplicados em cabelo seco (por exemplo de manhã, antes ou depois de estilizar o cabelo), os fios ficam instantaneamente condicionados, facilita a estilização, o pentear, conferem brilho e proporcionam um aspeto bonito. Além disso, protege o cabelo de quaisquer danos que ocorram ao longo do dia. Os óleos também podem ser aplicados somente nas pontas, como sérum, evitando que fiquem secas. Este tratamento de beleza diário fortalece o cabelo e pode ser feito usados os cosméticos facilmente disponíveis. Pode encontrar, em muitas farmácias e lojas on-line, preparações com com misturas de óleos aproximadamente equilibradas. Aconselha-se a que escolha aquelas que combinam com o seu tipo de porosidade particular.

Os óleos cosméticos mais populares e prestigiados do mercado são:

  • cabelo com porosidade baixa – óleo de coco, óleo de babaçu, óleo de palma, manteiga de karité
  • cabelo com porosidade média – óleo de argão, óleo de macadâmia, óleo de amêndoa, óleo de oliva, óleo de amendoim,
  • cabelo com porosidade elevada – óleo de semente preta, óleo de grainha de uva, óleo de girassol, óleo de linhaça

Os óleos naturais apresentam várias possibilidades de utilização. Além de um tratamento completo de várias horas, pode também adicioná-los a máscaras ou bálsamos, aplicar depois da lavagem sem enxaguar ou em cabelo seco (até várias vezes por dia). Um método não exclui o outro. Pode escolher a sua técnica favorita e realizá-la regularmente ou combinar duas ou três para garantir a melhor nutrição, regeneração e proteção contra os danos mecânicos e contra as condições climatéricas adversas.
Boa sorte!